13 outubro, 2010

Posted by mais uma |

Quem dera se tudo fosse apenas madrugada.
Que o dia não chegasse logo mais,
Que a noite não tardasse logo menos.
Assim quem sabe as verdades e sentimentos seriam vistos com mais frequência,
Já que a luz do sol tende a ofuscá-los.


Apenas mais uma mentira que o povo conta...

2 comentários:

  1. Dudaaaa!! Ficou lindo o blog...

    Ahazou!!!

    Achei minha cara, de verdade...

    Parabéns querida...

    Ps. confesso que algumas coisas escritas me deram aquele nózinho chato na garganta e um aperto no peito...

    ResponderExcluir
  2. Olha, tem mais cinco poemas em meu blog http://lenjob.blogspot.com e gostaria que por gentileza conhecesse o Castelo do Poeta, um portal de artes, moda, fotografia, esportes com entrevistas, videos, poemas, agenda cultural e afins. O endereço é http://castelodopoeta.blogspot.com.

    João Lenjob.

    Labirinto de Rosas
    João Lenjob


    Já estou bem da vida
    Pois você vai voltar
    A casa está florida
    Pra ver você chegar
    É o meu menino
    Perpétuo é o amor
    Tão belo e tão fino
    Alegria e odor.

    Olho no espelho
    Repleta do emoção
    Peço-me algum conselho
    Para aliviar meu coração.
    Que agonia neste pouco tempo
    Nesta tarde quente de aflição
    Sou seu peito e seu pensamento
    A distância que faz lacrimejar
    Penso com dedicação.

    ResponderExcluir